O Joinha da Sola Gratia

Esses dias assisti o trecho do filme Gladiador (é um dos melhores que vi). Já tem mais de 15 anos que ele estreou nos cinemas e merecidamente levou 5 estatuetas das 12 indicações ao Oscar. Quem assistiu vai se lembrar da cena em que Maximus Decimus Meridius (rs), um escravo que foi comandante do exército romano, se encontra com o imperador e revela o seu nome e quem realmente era antes de ser traído. Não vamos aqui explicar, nem fazer uma sinopse do filme (sem spoiler, tá?!), mas é imprescindível registrar que por várias vezes o imperador e o público, que assistiam as lutas no coliseu, faziam sinais com as mãos para comunicarem o desejo de ver o gladiador derrotado morrer ou ser poupado.

Guardando todas as devidas proporções e tomando todos os cuidados com a ilustração, me imaginei naquela arena. Como se na luta contra o pecado, contra o diabo e o mundo, estivesse completamente derrotado, prestes a perecer eternamente, mas o "joinha" do nosso Rei me livrou, Isso É Graça!. Mais do que isso, não estávamos só derrotados, mas sim mortos em nossos delitos e pecados e Ele nos deu vida! Não foi nada que eu fiz, nunca poderia ser... Foi só Pela Graça!

Ao se falar de Graça, são muitos os versículos que vem à mente do cristão: “Pela graça sois salvos...”, “Porque a graça salvadora de Deus se há manifestado a todos os homens...”, “Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos)”... Sim, poderíamos ficar por linhas e mais linhas reproduzindo os textos que tanto nos alegram, no entanto, nunca podemos esquecer que a Salvação é presente de Deus para nós, no qual Cristo pagou o preço, Isso É Graça. Éramos merecedores da morte eterna, eu não tinha vida, era uma existência que só buscava o próprio desejo e vontade (egoísta).

Para se entender a Graça é preciso saber que não cooperamos em nada para recebemos aquele “joinha”. Não há algo que pode ser feito para cooperarmos com a Salvação, não há sinergia, não há obras, não há compra de terrenos no céu ou na terra, não há itens milagrosos ou santos, nada pode cooperar com a salvação, é somente pela Graça!

Tudo que vem depois dela, o nosso proceder, o nosso agir, o nosso falar, não é para alcança-la, pelo contrário, já que por ela fomos alcançados, só nos resta fazer tudo para manifestamos a nossa gratidão por Sola Gratia!

No Amor do Mestre,

MP